Cada momento é um novo começo

outubro 9, 2008

 

Repito, o Ponto do Poder está sempre no momento presente. Você nunca está empacado. Aqui é onde acontecem as mudanças, bem aqui e bem agora em nossas próprias mentes! Não importa há quanto tempo temos um padrão negativo, uma doença, um mau relacionamento, falta de dinheiro ou ódio voltado contra nós mesmos.

Podemos começar uma mudança hoje!

Seu problema não precisa mais ser verdade para você. Ele agora pode sumir no nada, de onde veio. E você pode fazer isso.

Seus pensamentos e crenças do passado criaram este momento e todos os momentos até chegarmos a este. O que você agora está escolhendo pensar acreditar e dizer criará o momento seguinte, depois o dia seguinte, o mês seguinte e o ano seguinte.

Sim, você, querido! Posso lhe dar os mais maravilhosos conselhos, resultado de anos de experiência. Todavia você pode escolher continuar a pensar os mesmos velhos pensamentos, pode se recusar a mudar e ficar com todos os seus problemas.

Você é o poder em seu mundo! Você tem tudo o que escolher pensar!

Neste instante começa o novo processo. Cada momento é um novo começo e este momento é um novo começo para você bem aqui e bem agora! Não é formidável saber isso. Este momento é o Ponto do Poder! Agora, neste instante, é onde se inicia a mudança!

 

Extraído do livro: Você Pode Curar sua Vida de Louise Hay.

 

 

Anúncios

Reiki Intuitivo

setembro 4, 2007

reiki.jpg

 

Esta forma “expandida” de tratamento de Reiki possibilita-lhe, como doador, entrar em contato com a sua intuição. Para abrir-se à sua própria inspiração e sabedoria, para posicionar as mãos nos pontos aos quais elas mesmas “querem” ir e para desenvolver a confiança, este processo é uma experiência realmente estimulante. O Reiki intensifica a sua intuição e confiança. Você deixa as mãos deslocarem-se sozinhas para os pontos que as atraem, quase sempre uma área tensa, sem energia, com desequilíbrio ou dor que precisa ser tratada.

Meditação para o Reiki Intuitivo 

O receptor deita-se sobre uma manta ou cobertor no chão ou numa mesa de tratamento. Tenha outra manta à mão. A sessão tem uma duração de 30 a 40 minutos. Não toque música entre os passos um e seis. 

Passo um

Entre em contato com o seu centro, dissipe os pensamentos e solte tensões e emoções. A cada exalação, elimine com o ar um pouco mais de tensão. 

Passo dois

Entre em sintonia com o seu coração. Com ambas as mãos, toque suavemente a cabeça do receptor acima das orelhas. Feche os olhos. Seja receptivo e abra-se para receber possíveis informações ou mensagens do receptor. Uma “mensagem” é a sensação que lhe diz que o corpo do receptor tem necessidade de ser tocado num certo ponto. Pode ser uma falta de energia, um desequilíbrio ou uma tensão que precisam ser liberados. As mensagens podem incluir uma representação visual, sons ou palavras que lhe dizem alguma coisa sobre o estado emocional do receptor. 

Passo três

Use sua intuição e espere até sentir-se levado a continuar. 

Passo quatro

Em seguida, posicione-se junto dos pés do receptor. Segure os calcanhares com as mãos. Feche os olhos. Respire profundamente duas ou três vezes e conecte-se com o seu centro. Relaxe e abra-se para aceitar qualquer informação do corpo do receptor. Forme uma visão clara do ponto onde a pessoa quer ser tocada. Talvez você sinta formigamento nas mãos. 

Passo cinco

Posicione-se na lateral do corpo do receptor, na altura da cintura. Com os olhos fechados, entre em sintonia e conecte-se com o receptor. Segure a mão dele e espere formar-se o contato entre vocês. Também espere que se manifeste o impulso de continuar com o passo seguinte. 

Passo seis

Posicione as mãos sobre o corpo do receptor, no ponto para o qual você se sentir atraído. Use sua inspiração e intuição para saber onde o corpo precisa de tratamento e prossiga. Esta etapa pode durar 30minutos ou até mais. Se quiser, ponha alguma música relaxante. No fim do tratamento, segure os pés do receptor durante alguns minutos, cubra-o com uma manta e dedique algum tempo para voltar ao estado de consciência normal.

Extraído do livro Reiki Interior – Guia Prático para Cura e Meditação – Tanmaya Honervogt   


REIKI: Uma Verdadeira Iniciação

agosto 16, 2007

meditatie1.jpg

Reiki foi idealizado como uma técnica de cura completa e acessível a todas as pessoas, independentemente de etnias, condições sociais ou crenças religiosas e filosóficas. Apesar de não ter escopo religioso, o Reiki pode se tornar um verdadeiro Caminho Iniciático. Alcançar os aspectos mais elevados desta técnica secular (milenar em suas raízes) depende, principalmente, da dedicação e vontade de cada reikiano.

A iniciação é um processo fundamental para tornar alguém um verdadeiro reikiano, pois, somente com a correta utilização dos símbolos do Reiki e sua aplicação em pontos energéticos específicos, é que pode ocorrer a integração com a Energia Vital Universal. A disposição dos símbolos do Reiki obedece a um padrão simples que limpa, purifica e fortalece os centros vitais responsáveis pela emanação de energias. Por exemplo, alguns símbolos são aplicados às mãos para que o reikiano possa transmitir Reiki pelas mãos.

Depois de receber os símbolos do Reiki passados por um mestre habilitado, o aluno torna-se, então, um canal da Energia Vital do Universo, pronto para transmitir esta energia curativa para os outros e também, absorvê-la.

Durante a iniciação os pontos energéticos do aluno (chacras) são purificados e alinhados para que permaneçam constantemente ligados à Energia Vital Universal. O alinhamento dos chacras do aluno provoca reações físicas, emocionais e energéticas, que trazem mudanças permanentes, gradativas e positivas na vida do reikiano. Os chacras são afetados pelas experiências que vivemos e quando alinhados nos permitem mudar a visão que tínhamos de fatos de nossas vidas e as emoções que sentíamos em relação a estes fatos. É como se recebêssemos uma segunda chance na vida e pudéssemos nos ver de uma nova maneira, não precisando mais nos manter presos às emoções negativas do passado.

Quando alguém recebe a iniciação em Reiki obtém a oportunidade de assumir a responsabilidade pela própria saúde física, emocional e energética, através da construção de novos hábitos. Com a prática constante do Reiki em si e em outras pessoas o reikiano pode obter um aumento de sua intuição e até expandir os limites de sua consciência. Tudo depende de disciplina e desprendimento.

Em caso de dúvidas ou sugestões sobre textos de Reiki e Terapias, deixe um comentário ou envie um e-mail: priscilalima@terapeutaholistica.com.br


Aromas, Pedras e Cristais que equilibram os Chacras

junho 3, 2007

aura_chakras.gif

Os Chacras 

Os chacras (do sânscrito, roda) são pontos de recepção, geração e elaboração de energias sutis diversas que permeiam tudo ao nosso redor e a nós mesmos.  A forma como lidamos com essas energias sutis depende de nossos referenciais internos. A maneira como percebemos e sentimos o meio a nossa volta e interpretamos os acontecimentos de nossas vidas gera padrões energéticos distintos e interfere na absorção e elaboração das energias que têm contato com os chacras. Emoções e pensamentos positivos geram padrões positivos e atraem energias saudáveis e construtivas para nossos chacras. Ao longo de nossas vivências pessoais vamos lentamente construindo um perfil energético básico, que molda o modo como interagimos com as energias externas e internas e consequentemente, com as pessoas e situações com as quais nos deparamos. Podemos construir perfis energéticos que nos levem a satisfação de nossas necessidades emocionais e nos proporcionem crescimento material, emocional, mental e até espiritual, mas, também podemos construir perfis energéticos que terminem por nos limitar. Quando nos vemos constantemente envoltos em relacionamentos e situações negativas, é um sinal de que nosso perfil energético precisa ser modificado.  Quando conhecemos os chacras e suas funções, adquirimos a oportunidade de recriar nosso perfil energético. Esse processo de transformação se inicia dentro de nós, através de mudanças emocionais e energéticas, e se consolida externamente através de mudanças significativas em nossos relacionamentos e em nossas vidas. 

Os Principais Chacras:   

Temos muitos chacras, porém os principais estão diretamente ligados aos nossos órgãos vitais, pois, através deles também nos conectamos com as parcelas mais densas e materiais de energia vital, através do ar, água e alimentos que ingerimos, por exemplo. Além de ser relacionado a um órgão específico e seu funcionamento físico e energético, cada chacra principal atua sobre um determinado grupo de emoções e sensações. Curando um chacra, estamos curando também tudo que a ele se relaciona.Correspondências gerais: 

Chacras

Cores Principais Glândulas Características
Coronário Branco/Violeta Pineal Espiritualidade, Fé, Conexão com Aspectos Superiores do Eu
Terceiro Olho Índigo Hipófise Intuição, Capacidade Mental
Laríngeo Azul Tireóide Capacidade de Expressão, Criatividade e Assimilação
Cardíaco Rosa/Verde Timo Capacidade de Amar a Si e aos Outros
Plexo Solar Amarelo Pâncreas Consciência do Eu, Sabedoria, Vida Emocional
Sacro Laranja Gônadas Sexualidade, Purificação
Básico Vermelho Supra- Renais Vitalidade, Capacidade de Concretização

Aromas e Pedras que Equilibram os Chacras 

Aromas podem ser empregados para equilibrar os chacras através de massagens e banhos com óleos essenciais diluídos em  carreador como óleo vegetal, por exemplo. É necessário que se tenha um conhecimento prévio das indicações e contra-indicações dos óleos essenciais antes de usá-los, mas, embora nem sempre sejam tão eficazes como os óleos essenciais, incensos podem ser utilizados para harmonização dos chacras. Pedras e cristais podem ser colocados sobre os chacras correspondentes, ou carregadas junto ao corpo. É importante respirar profunda e suavemente e focar a mente em coisas construtivas quando utilizar as pedras. As pedras podem ser purificadas sendo deixadas por 24 horas em um recipiente contendo água e sal marinho e depois podem ser deixadas para receber a luz solar por algumas horas. 

Chacras

Aromas Cristais e Pedras
Coronário Mirra, Sândalo, Cedro  Quartzo Branco, Ametista, Lepidolita
Terceiro Olho Jasmim, Alecrim, Olíbano Sodalita, Lápis-Lázuli, Labradorita
Laríngeo Lavanda, Manjerona, Bergamota Água Marinha, Topázio Azul, Turquesa
Cardíaco Benjoim, Neróli, Rosa Turmalina Melância, Quartzo Rosa, Calcita Verde, Esmeralda, Rodocrosita, Morganita, Canga Rosa, Malaquita.
Plexo Solar Manjericão, Camomila Romana, Limão Citrino, Pedra do Sol, Topázio Imperial
Sacro Tangerina, Cipreste, Ylang Ylang Cornalina, Calcita Laranja, Opala de Fogo
Básico Vetiver, Patchouli, Pimenta Negra Turmalina Negra, Granada, Hematita, Quartzo Fumê


Pedras Curativas do Coração

maio 21, 2007

chakras2.jpg

Existem várias pedras do centro do coração que podem ser usadas num número infinito de combinações e disposições sobre o peito, durante as sessões de cura pelos cristais, para atua com a força do amor. Além da trindade do coração (Quartzo rosa, Kunzita e Turmalina rosa), várias outras pedras merecem o reconhecimento como importantes na cura desse órgão. 

O Quartzo rosa é a pedra fundamental para a base do coração, e são símbolos da auto-estima, do perdão e da paz interior. A Kunzita ativa o poder do amor enquanto a Turmalina rosa expressa isso de forma dinâmica. 

rodonita1.gif

 A Rodonita assegura o poder do amor no dia-a-dia, enquanto a Aventurina verde possui a capacidade de acalmar e de curar o que quer que o esteja afligindo. A Turmalina verde fortalece o corpo emocional em preparação para a expressão mais elevada do sentimento e a Rodocrosita cor de pêssego erguerá uma ponte que unirá com o plexo solar unindo o poder (do chacra)  do umbigo com o coração, numa fusão harmoniosa das energias físicas e espirituais. 

Ao empregar quaisquer dessas pedras sobre o coração durante as sessões de cura, fique atento para o propósito específico de cada uma e use as pedras de modo a criar o efeito desejado. Uma disposição avançada de pedras sobre o chakra do coração para propósitos generalizados pode ser feita colocando-se um grande Quartzo rosa no centro do peito para conduzir energia para dentro com vistas a uma renovação pessoal. Quatro Aventurinas verdes são colocadas em cada direção ao redor do Quartzo rosa para atrair energia de cura. Pelo menos quatro peças de Turmalinas verdes e/ou rosas devem ser postas sobre a parte superior do peito direcionando-as no sentido da garganta para canalizar a força do amor para o chakra da garganta, com vistas à obtenção de uma expressão verbal clara. A Rodocrosita sobre o plexo solar, com a Kunzita logo acima e a Rodonita logo abaixo, ativará o poder de cura do amor conduzindo-o ao umbigo, onde será incorporado para uso direto nas atividades diárias. 

Qualquer que seja a forma ou a combinação pela qual são usadas essas pedras do coração, elas trazem a realidade da compaixão pela experiência pessoal. Elas se tornam nossas melhores amigas na prática da cura pelos cristais, uma vez que transmitem várias expressões maravilhosas e lições de amor. 

Extraído do livro A cura pelos Cristais de Katrina Raphaell.


O Quarto Princípio: Manawa – O Momento do Poder é Agora

maio 12, 2007

vc-cria-seu-mundo.jpg 

 

Em algumas tradições orientais (assim como metafísicas ocidentais), as circunstâncias atuais são o efeito das decisões e ações de vidas passadas. Se foram boas, você terá boas experiências agora, mas, se foram más, sentirá agora dor, sofrimento e tristeza no mesmo grau que infligiu aos outros, em uma ou mais vidas passadas. Isto é chamado de carma, uma palavra do Sânscrito, geralmente traduzida como “causa e efeito” ou “recompensa e débito”, mas que na realidade significa “ação e reação”. As boas ações praticadas agora criam um “bom” carma e as más criam um “mau carma para suas próximas vidas…  Uma tradição muito comum no ocidente diz que você é recompensado nesta vida, obedecendo regras sociais e religiosas específicas e será punido nesta vida por quebrar essas regras, não importando há quanto tempo atrás as tenha obedecido ou não, nem se alguém o tenha visto fazê-lo. Pessoas educadas nessa tradição poderão carregar vinte anos de culpa por não terem parado num semáforo fechado, no deserto do Arizona, às duas da madrugada, a cem milhas de distância da civilização mais próxima.   Outra tradição ocidental mais moderna coloca na hereditariedade e no ambiente social de sua infância, o elogio ou a culpa por suas atitudes atuais, ações e circunstâncias. A implicação é que foi moldado por forças além do seu controlo e não pode ser responsabilizado pelo que seus genes, seus pais ou a sociedade lhe fizeram. A tradição xamânica, tanto do guerreiro quanto a do aventureiro, é fortemente contrária ás duas teorias mencionadas. Ela diz que o passado não lhe deu o que tem hoje, nem fez de você o que é hoje. São suas crenças, decisões e ações atuais sobre si mesmo e o mundo à sua volta, que lhe dão o que tem e o fazem como é. O carma existe e funciona somente no presente. Seu ambiente e circunstâncias neste momento são reflexões diretas de seu comportamento mental e físico neste instante. Graças à memória, nós carregamos hábitos do corpo e da mente, de um dia após o outro, mas cada dia é uma nova criação e qualquer hábito pode ser mudado a qualquer instante no presente – isto não quer dizer que seja fácil. Seus genes não determinam o que você é ou o que acontece no seu corpo. Ao invés disso, como um efeito de suas crenças, selecionam das imensas de seus grupos de genes, as características que melhor refletem suas crenças e intenções atuais. Da mesma forma, seus pais ou o ambiente social da infância nada têm a ver com suas circunstâncias presentes, mas aquilo em que acredita sobre eles agora, e como reage a essas crenças agora, certamente o afetarão. Da mesma forma que muda a si no presente – seus pensamentos e seu comportamento – você muda seu mundo. 

Do livro – Urban Shaman de Serge Kahili King.